segunda-feira, 5 de abril de 2010

O Mausoléu da Família Rica

Existe um padrão na maioria dos cemitérios centrais de muitas cidades. Geralmente no centro do cemitério, ou em algum lugar de destaque encontra-se um verdadeiro monumento fúnebre. Geralmente, a família rica ou mais tradicional da cidade tem um lindo mausoléu, maior do que algumas casas, todo enfeitado de bronze, placas ornamentais, flores e objetos decorativos, na verdade se alguém simplesmente não souber que as "paredes" estão cheias de mortos é até um lugar agradavél...

Jesus falou de cenários assim: "Hipócritas! porque sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas por dentro estão cheios de ossos e de toda imundícia" (Mt 23.27). O Senhor falava aos fariseus e escribas, a elite religiosa, "os modelos" da "espiritualidade" judaica da época. Todo o menino com vocação religiosa fiel as Escrituras sonhava em ser um fariseu na época. A ideia de que os fariseus era uma seita não condiz tanto com a realidade, eles eram de fato a nata... Mas nata pra quem? Para o povo que seguia seus ensinamentos? Talvez. Para eles mesmos? Com certeza. Mas não para Deus.

Estou falando tudo isso porque esse mal tem corroído o nosso cristianismo. E isso, irmãos, eu descobri nu e patente na minha vida, nós nos achamos santos imaculados porque não bebemos, não costumamos mentir, somos honestos em nosso trabalho, não dançamos e nem fazemos sexo a não ser com nosso cônjuge, isso é uma bela cal, mas e o interior?

Pensamos só em nós mesmos, vamos em orações na igreja somente para que o pastor nos veja, buscamos pessoas para nossos grupos e ministérios somente para bater metas e não por amor pelas almas daquelas pessoas; desejamos, ouvimos e pregamos mais sobre "prosperidade" do que sobre "eternidade"; passamos nosso tempo livre no orkut e vendo TV e dizemos que não temos tempo para orar nem ler a Bíblia; vivemos tendo conversas frívolas e conseguimos nos convencer de que isso não tem nada a ver com aquela sensação de vazio... Somos dominado pelo mesmo pensamento imoral, egoísta, amargurado ou vingativo e realmente nos achamos...

Tudo o que o meu coração clama nesse momento, mesmo nesse burburinho onde estou escrevendo este post é: Senhor, salva-me!

Pense nisto:"Porque, falando palavras arrogantes de vaidade, nas concupiscências da carne engodam com dissoluções aqueles que mal estão escapando aos que vivem no erro;
prometendo-lhes liberdade, quando eles mesmos são escravos da corrupção; porque de quem um homem é vencido, do mesmo é feito escravo." (2Pedro 2.18-19)



Há mortos aí dentro.