quarta-feira, 24 de março de 2010

Gômer ou Sulamita?

"Que te farei, ó Efraim? que te farei, ó Judá? porque o vosso amor é como a nuvem da manhã, e como o orvalho que cedo passa" (Os 6.4)

No livro de Oséias, de onde tirei essa citação, Deus compara o seu povo com a esposa do profeta, Gômer, prostituta que havia sido resgatada de seu trabalho de prostituição, mas o texto aponta de que ela tenha preferido a vida da meretriz (possivelmente uma prostituta cultual dos ritos caananitas)ao invés da vida correta ao lado de seu esposo e filhos.

O versículo citado acima, junto com a breve história, me levam a examinar meu coração em busca de possíveis traços do Amor de Gômer em meu coração.

Muitos crentes - e eu peço para ser sondado aqui - tem isso, o Amor de Gômer dentro de si, se esforçam e tomam a decisão de conhecer e buscar o conhecer o Senhor (vv 1-3), mas seu amor eh como o orvalho... quando o sol esquenta ele evapora, é um amor temporário, amor de retiros e congressos, amor alienado do "quebra pau" da vida, e gente, quando eu falo de "quebra pau" da vida não é só a correria, a pressão e os compromissos, falo também das tentações, das guerras espirituais, da contenda das línguas, e daquelas coisas que você fala (e hj eu falei, e pensei mto antes de falar) e a repercussão é muito maior do que vc espera (soh resolver uma situação, tirar um peso no peito e gerar uma tsunami)- nessas horas vemos com qual dessas esposas bíblicas somos parecidos...

...se com Gômer, que depois de um tempo preferia voltar a sua prostituição (e nós nos prostituimos com nossos sentimentos, ideias, fantasias, além das luzes cálidas do mundo e do carne que servem de isca)- ou ainda se nos parecemos com a misteriosa Sulamita, a noiva de Cantares, perdidamente apaixonada por seu noivo, que saía na rua à noite procurando seu noivo, e não se importava nem mesmo de ser espancada pelos sentinelas (Ct 5.6-8), ou seja, nós recuamos no primeiro chute na canela de Satanás enquanto nada deveria nos afastar daqueles maravilhosos olhos doces que só nosso Senhor Jesus

"Ah, Jesus... Que saudade do mel da tua boca, faz-me ter um amor real e constante por Ti, faz-me te amar como a fiel Noiva de Cantares"

Nenhum comentário:

Postar um comentário